Entenda tudo o que acontece no salto de desenvolvimento dos bebês

O crescimento dos bebês acontece de forma rápida. Durante o primeiro ano de vida, poucas semanas podem se passar e a criança parecerá outra, por conta de novas habilidades que desenvolveu e mudanças em seu comportamento. Esse é o chamado salto de desenvolvimento. 

Esse aprendizado acelerado é natural e, de certa forma, um padrão na maioria dos bebês. Muitas mamães podem se assustar ou se preocupar, pois em alguns momentos a criança pode parecer zangada ou insatisfeita. Isso faz parte do processo!

Para te ajudar a entender melhor o chamado salto de desenvolvimento, preparamos neste post um conteúdo que te conta tudo o que você precisa saber sobre esse período, confira: 

O que é um salto de desenvolvimento? 

Um salto de desenvolvimento é o momento em que a criança adquire uma nova habilidade significativa, seja ela motora, linguística, visual, cognitiva, gustativa ou outra. 

Pense bem: logo no início da vida, os bebês têm um turbilhão de informações novas atingindo eles à todo o momento. São cores, sons, pessoas, sensações, movimentos e tantos outros estímulos que, para eles, são totalmente desconhecidos. É um momento bastante desafiador!

Diante disso tudo, eles precisam lidar com essas informações, assimilar e aprender. Isso acontece todos os dias. A cada aprendizado, um número de possibilidades e novidades se abre mais uma vez para a criança, deixando a cabecinha dela a mil, tentando processar o que acabou de descobrir. 

Por conta disso, os saltos de desenvolvimento são sempre acompanhados de mudanças no comportamento do bebê. Afinal, lidar com habilidades que ainda não dominam causa diversas frustrações. O desafio do bebê é vencê-las e desenvolver suas habilidades como, por exemplo, aprender a segurar e soltar um brinquedo ou a emitir sons com a boca. 

bebê tirando foto

“Acho que meu bebê está em um desses saltos”. Saiba identificar:

Bebê de barriguinha cheia, sem cólica, fralda limpa e banho tomado: tudo parece estar certo, mas ele não para de chorar! Bom, isso pode significar que o seu filho está lidando com as frustrações de um salto de desenvolvimento. 

Mas, afinal, como saber se ele realmente está em um desses momentos? Existem alguns “sintomas” que denunciam, veja só:

  • sono alterado: quando aprende habilidades novas, a criança pode até mesmo perder o sono para ficar acordada exercitando o que acabou de descobrir ou, ainda, ficar tão agitada que suas noites de sono são atrapalhadas. Isso faz com que ela tenha dificuldades para dormir ou que acorde diversas vezes durante a noite;
  • bebês chorosos e zangados: as novas informações que eles absorvem durante um salto de crescimento pode causar muita confusão em suas mentes, fazendo com que chorem por não saberem outra forma de reagir e de expressar seu desconforto. Além do choro, uma certa irritação pode aparecer no comportamento do seu filho, que está lidando com esse turbilhão de sentimentos;
  • necessidade de carinho: durante um salto de desenvolvimento, os bebês ficam muito mais dengosos. Isso porque estão com dificuldades e pedem mais carinho dos pais e cuidadores pois sentem conforto quando estão com essas pessoas. Às vezes só um colo da mamãe é capaz de acalmar a criança;
  • mudanças de apetite: junto de todas essas mudanças, quem também sofre alterações é o apetite do bebê. Num salto de desenvolvimento, ele pode querer mamar mais do que o rotineiro. 

Nenhuma criança é igual à outra e, por isso, pode ser que o seu filho não apresente todos esses sinais ao passar por um salto de desenvolvimento, tá bem? Isso não é motivo de preocupação.

Quando e como os saltos de desenvolvimento acontecem

Agora que você já entendeu como identificar os saltos, pode estudar também sobre o que acontece em cada um e quais são as habilidades novas que os pequenos estão desenvolvendo. 

Nos estudos pediátricos, foi possível mapear um padrão. Normalmente, os bebês passam pelos mesmos saltos em determinadas idades. Por isso, trazemos aqui quais são esses saltos para você se atentar. 

Antes disso, vale lembrar que são apenas estimativas. Pode ser que o seu bebê experiencie esse aprendizado algumas semanas antes ou algumas semanas depois e não há nada de errado com isso. 

Os saltos de desenvolvimento esperados pelos bebês são:

1º Salto – Com 1 mês de idade

Esse é o grande momento de desenvolver sua visão. Recém-nascida, a criança passa a maior parte do tempo dormindo e ainda não tem sua visão desenvolvida, pois vê tudo de forma embaçada e sem alcançar muito longe com a visão. 

Mais ou menos na 5ª semana de vida, a visão se desenvolve e ele passa a absorver todas as luzes, cores e formas que o rodeiam. Seu foco melhora e ele aprende a correr o olhar para aquilo que prende sua atenção. 

Junto do desenvolvimento da visão, a criança fica mais sensível ao toque e passa a responder melhor a estes estímulos. 

Os primeiros sorrisos intencionais passam a acontecer. :D 

2º Salto – Com 2 meses de idade

Por volta da 8ª semana de vida, quando a criança está completando seus dois meses de idade, o segundo salto de desenvolvimento acontece e este tem relação ao descobrimento de padrões

Essa descoberta é vivenciada em todos os sentidos, como na visão, em que ele passa a fixar o seu olhar em coisas pequenas e parece estudar seus detalhes. Ou, ainda, no movimento, quando o bebê aprende a mexer os pés e passa horas movimentando-os para entender essa nova habilidade. 

Com a visão ainda mais aguçada, ele passa a fixar o olhar. Por isso, é um ótimo momento de estimular o bebê com figuras. 

Como nesta idade ele também está melhorando a sustentação do pescoço, você pode colocá-lo de bruços com alguns brinquedos por perto. Esse estímulo fará com que ele encontre com o olhar os brinquedos que te chamam a atenção e até mesmo faça movimentos até eles, como bater sua mãozinha naquele que quer alcançar. 

3º Salto – Com 3 meses de idade

Mais um salto acontece quando os movimentos bruscos, como chutes e batidas, se tornam mais precisos. No terceiro mês de idade, a criança aprende a aprimorar seus movimentos e passa a agarrar as coisas por vontade própria. 

Aqui ele poderá, por exemplo, pegar um brinquedo que esteja no alcance de suas mãos e batê-lo na mesa. 

Junto do aprimoramento dos movimentos, ele passa a seguir os objetos com a cabeça, usando os aprendizados que teve com o desenvolvimento de sua visão e da sustentação do pescoço. Agora ele não olha apenas para o teto e um mundo de possibilidades se abre quando ele consegue correr o ambiente com sua visão, mexendo o pescoço. 

4º Salto – Com 4 meses de idade

O 4º salto de desenvolvimento é bastante marcante! Primeiro pelos gritinhos, que a criança aprende a dar e passa a emiti-los com bastante frequência, pois vê que as pessoas ao seu redor reagem a eles. 

Também é nessa fase que muitos bebês aprendem a rolar e a se apoiar com quatro membros: seus braços e pernas. Com isso, os choros podem se tornar mais frequentes, principalmente à noite, quando eles acordam assustados por terem rolado no berço. 

5° Salto – Com 6 meses de idade

Nessa idade, a criança aprende a reconhecer seus pais e a sentir sua falta quando eles não estão por perto. Por isso, é comum procurarem com a cabeça a mamãe e o papai quando eles não estiverem mais no alcance de sua visão. Também passam a estranhar as pessoas fora de seu convívio diário. 

Com isso ele se torna bastante dengoso e pede muito pelo colo da mãe e pelo peito para se tranquilizar. 

Também é neste salto que eles passam a sentar sem ajuda e sua visão se desenvolve mais uma vez, deixando-os capazes de enxergar mais longe, o que faz com que se atentem novamente aos pequenos detalhes. 

Junto de tudo isso, o bebê também passa a entender relações e começa a testá-las. Todos sabemos que quando alguém pula, logo volta ao chão, ou que quando uma bola é derrubada, ela alcança o chão e é lançada para cima mais uma vez. 

Para o bebê todos esses movimentos são novos e ele passa a entendê-los, tornando mais frequente que solte objetos no chão, como o pratinho de comida por exemplo, para ver o que acontece.

6º Salto – Com 7 meses de idade

Habilidades bem importantes são descobertas no 6º salto de desenvolvimento. Nessa altura, o bebê aprende a engatinhar e a bater palminhas. Além disso, começa a entender o significado de algumas palavras e a responder a elas. 

A carência continua aparecendo, pois o bebê fica angustiado quando perde de vista sua mamãe, já que não entende que apesar dela sair, ela volta. Por isso, continua demandando sempre pelo colo e pelo peito, pois querem se sentir seguros e perto de quem os deixa calmos. 

bebe e cachorro

7º Salto – Com 8 meses de idade 

Esse é o salto do entendimento de padrões e sequências! Se antes os bebês se comportavam de forma brusca e um pouco destrutiva – desmontando brinquedos, atirando as coisas ao seu redor e esmagando – eles deixam de se comportar assim para se tornarem mais cuidadosos. 

Pela primeira vez, eles passarão a observar como as coisas são organizadas e como elas são postas juntas, para tentar replicar essa organização. Aprendendo a categorizar as coisas, eles passam por uma revolução em todos os seus sentidos. 

É nesse momento também que a criança entende o que são alguns objetos e como usá-los. A colher é um ótimo exemplo, pois a criança passa a fazer o seu uso corretamente e, também, a pedir mais comida. 

Esse desenvolvimento é importantíssimo para a introdução alimentar dos pequenos, pois é com ele que os pais conseguem identificar os gostos que a criança demonstra. Leia nosso post de dicas para acertar na introdução alimentar dos bebês e entenda mais sobre o assunto!

8º Salto – Com 11 meses de idade

O 8º salto de desenvolvimento ocorre quando o bebê passa a brincar com os objetos à sua volta. Isso acontece porque nessa fase a criança está muito atenta aos adultos à sua volta e se espelha neles para aprender. 

Por exemplo, pode entender que o telefone de brinquedo é para ser levado à orelha e dizer “alô”, pois é isso que as pessoas que ele observa fazem. 

9º Salto – Com 1 ano e 1 mês de idade

Após completar seu primeiro ano de idade, a criança reúne um conhecimento de mundo mais diverso e começa a compreender coisas mais complexas. Se antes ele havia aprendido a reconhecer padrões, agora ele ganha entendimento da sucessão das coisas e acontecimentos. 

Com isso, começará a testar seus pais e passará a fazer negociações para conseguir o que ele gostaria, pois reconhece as emoções. 

Neste salto também acontece o desenvolvimento da habilidade de andar. Dando seus primeiros passos e aprimorando essa nova habilidade, a criança explora o espaço de outra maneira. 

10º Salto – Com 1 ano e 2 meses de idade

Reconhecendo as emoções, as ações e suas consequências, a criança passa a ser desobediente. Isso acontece porque ela quer satisfazer seus desejos e, por não ter desenvolvido a linguagem completamente, não sabe comunicá-los aos adultos à sua volta. 

Em nosso blog, fizemos também um conteúdo sobre as fases de desenvolvimento da linguagem infantil, que tal conferir? 

11º Salto – Com 1 ano e meio

Neste ponto, a criança já está muito mais habilidosa e longe do bebê que era há pouco tempo atrás. 

Um salto de desenvolvimento mental acontece ao redor dos 17 meses de idade, quando a criança tem sua criatividade bastante afiada e consegue decidir por si só como quer se comportar. Aqui, ela já entende que cabe à ela decidir como vai agir: seja de maneira calma e tranquila ou com grande agitação. 

bebê

O que eu posso fazer para ajudar meu filho durante um salto? 

Entender que ele está passando por um processo de transição que exige muito de si é um passo muito importante e que você já deu! Agora, resta ser bastante paciente e acolher o pequeno com calma e tranquilidade para ajudá-lo a lidar com esse turbilhão de aprendizados. 

Se o seu bebê chora muito e parece estar frequentemente zangado sem motivos aparentes, você pode fazer as seguintes ações para acalmá-lo:

  • dê colo e afeto sempre que pedir, pois é a você que ele recorre quando precisa de carinho para se livrar de suas confusões;
  • amamente sempre que preciso, pois essa é outra forma que o bebê encontra para se sentir seguro;
  • ofereça estímulos que o ajudem a desenvolver a habilidade da vez como, por exemplo, brincadeiras que fazem ele se movimentar quando estiver aprendendo a engatinhar;
  • mantenha a rotina para ajudá-los a pegar no sono, mesmo que eles estejam inquietos com a noite, não brinque ou estimule-os nestes momentos para não desregular ainda mais o seu sono.

Outras dicas para o desenvolvimento do seu bebê

Agora que você já sabe tudo que precisa para lidar com os saltos de desenvolvimento infantil, está preparada para viver essa fase cheia de descobertas ao lado do seu pacotinho de amor! 

Se quer conferir mais conteúdos como este, continue aqui no blog da Brandili! Temos diversos posts que te ajudam a viver esse momento tão gostoso que é a infância dos seus filhos ao mesmo tempo que desenvolve seu aprendizado de forma sadia. 

Que tal conferir também nosso post sobre atividades para desenvolver a coordenação motora fina nas crianças? Lá você aprende que dá pra desenvolver habilidades brincando! 

Obrigado pela leitura e até o próximo post!

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!

Assuntos Relacionados