Início » Dicas » Fim da licença maternidade: 6 dicas para lidar com a fase

Fim da licença maternidade: 6 dicas para lidar com a fase

O fim da licença-maternidade é um processo delicado que requer planejamento e coragem, duas características que as mamães da Brandili possuem, não é mesmo? Aprenda com nossas dicas como lidar com a etapa, em termos de amamentação, cuidados pessoais e o próprio bebê. Boa leitura.

1. Planeje a amamentação

Como manter a amamentação após a licença maternidade? Há duas formas. Primeiro, congelando o leite materno, em que seu prazo de validade é de 15 dias congelado ou 24 horas em refrigeração. Segundo, realizando pausas de 30 minutos para amamentar no peito, isso quando há creches na empresa ou você mora perto do trabalho.

Conselhos:

  • Após o expediente, dê o leite materno com generosidade para que o bebê receba mais nutrientes e fortaleça;
  • Leve uma bombinha de tirar leite para o trabalho, afinal o metabolismo ainda está produzindo e quando enche o estoque no seio ele incomoda um pouquinho e vaza;
  • Com o passar dos meses, você pode secar o leite para deixar a crianças independente.

mãe com bebê no colo dando mamadeira

2. Escolha quem cuidará do bebê

A maioria das mamães pensam que ninguém cuida tão bem do bebê quanto elas, no entanto, as avós, tias, cunhadas, irmãs, cuidadoras ou babás de confiança, sabem a importância do pequeno, por isso farão de tudo para que ele fique em segurança e bem cuidado.

Com isso em mente, converse com os familiares para saber quem pode ficar com a criança para que você volte ao trabalho tranquila. Se ninguém puder, contrate uma cuidadora ou babá de confiança. Ou deixe o bebê em berçários e creches, já promovendo uma boa adaptação escolar, em ambos locais há pedagogas profissionais que garantem a amamentação, um bom sono e trocas de fraldas sem preocupação.

Conselhos:

  • Ao escolher uma babá, alinhe o horário de serviço e conheça a profissional com um mês de antecedência;
  • Ao optar por um familiar, deixe o bebê por curtos espaços de tempo para a pessoa adaptar a própria rotina.

3. Não faça tudo sozinha

O fim da licença maternidade é um marco para a jornada de trabalho, mas isso não simboliza que você fará a mesma rotina como antes (a famosa dupla jornada, trabalho remunerado e doméstico).

Nesse momento, seu metabolismo também está se adaptando às mudanças, como o próprio retorno ao trabalho, acordar a noite para amamentar, etc. Isso gera um cansaço, portanto recorra a ajuda da mãe, sogra, irmã e também solicite a contribuição do seu companheiro, ou seja, quem puder.

Não tenha vergonha de pedir ajuda, pois isso é uma das características do relacionamento saudável. Mas o que pedir para os familiares? Peça para realizar as tarefas domésticas, no geral.

Exemplo: limpar a casa, lavar e passar as roupas, cozinhar e lavar a louça, etc. Você pode auxiliar nas pequenas tarefas (colocar a roupa na máquina, por exemplo), mas não tome para si a responsabilidade de fazer tudo sozinha, aproveite para descansar bastante durante a licença paternidade.

Conselho:

  • Faça uso do delivery. Há inúmeros apps com restaurantes, mercados e farmácias que serão seus grandes ajudadores nesse momento.

4. Analise a saúde mental

A saúde emocional e mental de uma mulher é oscilante e isso aconteça devido aos hormônios, é normal. E essas situações se intensificam com a gravidez e o resguardo. Por isso, é importante que você analise a si e veja se tem condições de retornar à rotina de trabalho.

Uma alternativa é fazer acompanhamento com psicólogo durante a gravidez e após o parto para ter um profissional ensinando como lidar com os picos emocionais, depressão pós-parto, se tiver, e outros acontecimentos dessa fase tão importante.

É possível prorrogar a licença maternidade?

Sim, a beneficiária entra em contato com a empresa e a Central de Atendimento da Previdência Social para realizar a solicitação da prorrogação. Sendo possível solicitar mais 60 dias de licença maternidade.

Não desista da carreira profissional, se isso não for da sua vontade. O que você precisa é de um tempo para se reconstruir e adaptar as mudanças.

Isso vai te interessar: estabilidade da gestante no mercado de trabalho

5. Vá sem pressa

Se desesperar, querer tudo para ontem e ficar impaciente é algo que vai acontecer mesmo, é por causa da desregulação hormonal e seus colegas de trabalho perceberão as mudanças.

Portanto, a solução é explicar como essa nova fase está sendo para você e pedir um pouco de paciência no começo, só até você se adaptar a nova rotina. E você, relaxe a mente com técnicas para combater a ansiedade e faça acompanhamento com profissional.

Veja a possibilidade de realizar seu trabalho home office. Se não puder, retorne à empresa e faça os serviços que lhe competem. Conhece o lema: devagar e sempre? Pois ele é seu mantra para essa fase.

mulher deitada em poltrona segurando uma xícara de café

6. Continue cuidando de si

Siga com as dietas pós-parto, hidrate-se com cremes e água, praticando hobbies, fazendo exercícios de relaxamento, pois todas essas ações ajudam você a se sentir útil, capaz e corajosa, consequentemente, auxiliam a recuperar a autoestima após a gravidez.

Não negligencie os próprios cuidados, afinal de contas a licença maternidade é um tempo que a empresa desprende para que você consiga dar a luz, recuperar o metabolismo e a mente para retornar ao mercado de trabalho.

mulher tomando um copo de água

E o fim da licença não significa que você deva colocar outras prioridades acima de si. Sem saúde mental e física não há como trabalhar e cuidar do bebê, concorda? Por isso, continue se valorizando.

Gostou das dicas para lidar com o fim da licença maternidade? Esperamos que elas tenham auxiliado e inspirado a lidar com essa fase tão importante. Continue acompanhando o blog, pois sempre trazemos conteúdos com dicas úteis.

Aproveite para ler também:

Guia para mãe de primeira viagem

Mãe não pode ficar doente?

Como criar um cantinho da meditação

Nos vemos no próximo post!

Avalie este post
Compartilhe:
Equipe Brandili

Autor: Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Deixe um comentário