Avante Leãozinho: mãe lança campanha para ajudar no tratamento do filho

Ver essa foto no Instagram

go viral is insane. smiling boy skating. inclusion is not a favor. essas foram as três frases que mais escrevi e falei nos últimos dias. em inglês mesmo. e também em espanhol. como vocês notaram, viralizou um vídeo nosso, um registro pessoal de um dia que nem a chuva nos impediu de fazer o que mais amamos: estar na vida valendo – as vezes brinco com o joão, quando esquecemos de estar na vida, e contamos 1, 2, 3 e já, como sinal indiscutível de voltar a respirar no presente, de voltar para o estado de assombro e encantamento com as mil possibilidades que traduzem estar vivo. viralizamos no mundo inteiro sem intenção. no skate adaptado. pá. aconteceu. eua, inglaterra, indonésia, japão, espanha, turquia, irlanda, frança, austrália e sinceramente não sei mais. no twitter, no face, no insta, no reddit, no linkedin, e aí em jornais e programas de tv do mundo. bbc, cnn, espn, mail news. tony hawk. dei entrevistas por telefone. fui convidada para escrever colunas em sites ingleses. não consigo acompanhar. segundo uma agência, somadas temos mais de 100 milhões de vizualizações. milhões. tipo metade do brasil. estou recebendo mensagens em todas as línguas, amor de toda forma, apoio desmedido. fui eleita “mãe do ano” pela internet. e o joão essa energia que as pessoas não conseguem explicar, mas dizem que dá esperança e vontade de estar vivo. 1,2,3 e já. preciso aproveitar esse momento para a reflexão: emociona tanto ver um menino como o joão andando de skate, feliz, cheio de vida, porque não esperamos ver pessoas com deficiência assim. porque vivemos em uma sociedade que ainda quer curar ou silenciar a diversidade, ao invés de celebrar ela. ele é apenas um menino de 7 anos, e no fundo essa história é sobre isso. que ferramentas estamos construindo para que o mundo seja de todos? até quando aceitaremos o absurdo? crianças crescendo limitadas por um mundo que finge não vê-las. lugares são deficientes, ideias são deficientes, a educação, o design. o esporte. estamos falando de 1 bilhão de pessoas. 1/7 do mundo. inclusão não é um favor. obrigada pelo amor. gracias por tanto amor. thank you for your love. but we need more: we need actions. comprometimento. por amor. agora.

Uma publicação compartilhada por Lau Patrón (@laucpatron) em

Mas todas essas dificuldades não fizeram João se dar por vencido. Ele e sua mãe Laú Patrón se agarraram a todas possibilidades e tratamentos disponíveis, e hoje colhem resultados inesperados. João consegue sentar sozinho, desenhar, já movimenta as mãos e até fica de pé. Laú se dedica exclusivamente a acompanhar seu filho e agora com um promissor tratamento de terapia magnética transcraniana, lançou uma campanha de arrecadação na internet chamada Avante Leoãozinho. Assista ao vídeo que conta a história de João:

Emocionante, né gente? Estamos torcendo pela recuperação, avante Leãozinho! Via: Revista Crescer

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!

Assuntos Relacionados