5 brincadeiras antigas para divertir a criançada

Brincar é uma atividade que faz parte da rotina das crianças a muitos e muitos anos, no entanto, com o advento da tecnologia as formas de se divertir podem ter mudado um pouco. 

Que tal resgatar um pouco da sua infância e passar um pouco mais de tempo com os filhos? As brincadeiras antigas são uma ótima opção para estreitar os laços, além disso, toda essa diversão é excelente para o desenvolvimento infantil!

A grande maioria das brincadeiras antigas não necessita de muitos recursos, uma vez que elas são muito fáceis de serem adaptadas. Outro bom motivo para fazer essas brincadeiras com os filhos está na troca entre gerações

Essa, sem dúvida, é uma boa maneira de mostrar aos pequenos como era a sua infância, acompanhe o nosso post e reviva jogos antigos recheados de boas lembranças!

Desenvolvimento infantil e a importância das brincadeiras

O ato de brincar é muito mais que uma distração para passar o tempo, na pedagogia esse termo é definido como uma ação natural e espontânea. Ao brincar as crianças conseguem não só aprender coisas novas, como também conseguem desenvolver diversas habilidades, como a coordenação motora e seus diversos tipos, o lado cognitivo, o social e o lúdico.

Leia o nosso post sobre coordenação motora fina e fique ainda mais por dentro do desenvolvimento dos pequenos! 

Seja qual for a brincadeira, por meio dela é que as crianças não só gastam energia como também aprendem a respeitar regras e limites, conseguem lidar e desenvolver emoções, podem trabalhar a sua autonomia, estimulam a criatividade, exercitam a interação social, aprendem a conviver em grupo e muito mais!

O seu filho passa muito tempo em tablets e videogames? Então, o resgate de brincadeiras antigas pode ser uma ótima alternativa para passar mais tempo com eles e estreitar os laços.

Cultura e brincadeiras: entenda a relação

As brincadeiras têm uma forte relação com a cultura brasileira. Ensinar brincadeiras antigas para as crianças é uma das formas de manter viva as tradições, garantindo que os costumes perdurem por muito mais tempo e permaneçam sempre preservados.

Provavelmente, as brincadeiras que você aprendeu durante a infância foram ensinadas pelos seus pais e eles aprenderam com os pais deles e assim por diante. É exatamente isso que faz com que o passado esteja sempre vivo!

Além disso, ensinar essas brincadeiras é uma forma especial de operar uma troca entre gerações e culturas. Muitas vezes uma mesma brincadeira pode contar com nomes diferentes em outra localidade do país, como no caso da amarelinha, na região norte do país essa brincadeira é conhecida como pular macaca.

5 brincadeiras antigas para se divertir com os filhos

Agora que você já conhece o valor das brincadeiras no desenvolvimento das crianças e a relação delas com a preservação da cultura, conheça 5 brincadeiras antigas para ensinar para a garotada e garantir a diversão em família. 

Amarelinha

A amarelinha é uma das brincadeiras mais clássicas e famosas que existem, além de muito conhecida, a amarelinha é bem simples de ser jogada. Seja no quintal ou no apartamento, essa é uma ótima brincadeira para desenvolver o equilíbrio e a memória das crianças.

É só desenhar no chão com giz os quadrados que delimitam a brincadeira, enumerá-los e começar a diversão. Se você for fazer a brincadeira dentro de casa, delimite o espaço com fita adesiva ou compre tapetes emborrachados que já possuem o formato da brincadeira.

Para brincar, basta jogar uma pedrinha ou algum objeto nos respectivos quadrados. Nas casas duplas, a criança deverá pular com os dois pés e nas casas simples a criança deverá pular com um pé só. O desafio do jogo é não cair e nem pisar nas linhas e nas casas que estiverem ocupadas. Além disso, o jogador deve sempre lembrar de recolher a pedrinha para que não seja eliminado da brincadeira.

amarelinha

Cantigas de roda

As cantigas de roda fazem parte da cultura e do folclore brasileiro. São canções fáceis de aprender e que contam com alguns movimentos em roda. Essa brincadeira é excelente para estimular noções de espaço, atenção, coletividade e coordenação motora.

A cultura popular conta com uma infinidade de cantigas diferentes. Veja duas que são muito conhecidas:

  • Ciranda cirandinha

Para brincar basta fazer um círculo e dar as mãos. Enquanto a música é cantada, as crianças giram a roda e dançam. Quando a música acaba, uma criança é escolhida para ficar no centro da roda e a brincadeira continua até que todos fiquem no centro.

Música:

Ciranda, cirandinha

Vamos todos cirandar!

Vamos dar a meia volta

Volta e meia vamos dar

O anel que tu me destes

Era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas

Era pouco e se acabou

Por isso, dona (nome de um participante)

Entre dentro desta roda

Diga um verso bem bonito

Diga adeus e vá se embora.

  • Pai Francisco

Uma das crianças deve ser o Pai Francisco e ficar do lado de fora da roda, as outras formam um círculo de mãos dadas. O pai Francisco canta e ao final da primeira estrofe ele deve dançar de acordo com os comando da canção e escolher outra criança para ser o novo pai Francisco e recomeçar a brincadeira. 

Música:

Pai Francisco entrou na roda

Tocando seu violão!

Da…ra…rão! Dão!

Vem de lá seu delegado

E o Pai Francisco foi pra prisão.

Como ele vem

Todo requebrado

Parece um boneco

Desengonçado.

ciranda

Adedonha

Esse jogo é muito divertido e é ótimo para exercitar a memória e a atenção. Para brincar basta papel e caneta! Defina as categorias que devem ser preenchidas de acordo com a criatividade. As categorias mais usadas são cor, fruta, nome e cidade/estado/país.

O objetivo do jogo é preencher todas as categorias em menos tempo. Em cada rodada deve ser escolhida uma letra do alfabeto para que todas as categorias sejam preenchidas com palavras que comecem com ela. 

Cada categoria vale 10 pontos que devem ser somados sempre ao fim de cada rodada. Ganha o jogo quem tiver a maior pontuação final.

Passa anel

Faça um círculo com os participantes e certifique-se de que todos estão com as mãos unidas. Uma criança fica com um anel ou com algum objeto pequeno. Esse objeto deve passar nas mãos de todos sem que ninguém veja. 

Ao passar o anel, alguma canção pode ser cantada e ao final dela um jogador deve ser escolhido para adivinhar onde está o objeto.

É uma brincadeira simples, porém, ideal para trabalhar a atenção, a concentração e a paciência dos pequenos.

Elefantinho colorido

Essa é uma ótima brincadeira para trabalhar a agilidade e a concentração das crianças. Para brincar basta uma bola e um pouco de espaço. Faça um círculo e passe a bola de mão em mão falando pausadamente “e-le-fan-ti-nho co-lo-ri-do”, sílaba por sílaba, a criança que ficar com a bola deve falar uma cor.

Escolhida a cor, todos devem correr em busca de objetos com a mesma tonalidade. A última criança a encontrar um objeto com a cor é eliminada e uma nova rodada é feita. O jogo termina quando só sobra uma criança. 

Provavelmente, alguma dessas brincadeiras fizeram parte da sua infância e ensinar para os seus filhos é uma ótima oportunidade de relembrar tempos muito bem vividos. Aproveite para utilizar da diversão como um meio de aprendizado e desenvolvimento!

Gostou das dicas? Deixe nos comentários qual brincadeira você mais gostava e aproveite para nos contar alguma brincadeira que não listamos. Até o próximo post!

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!

Assuntos Relacionados