Início » Dicas » Viagem de avião com bebê: 6 dicas para as férias

Viagem de avião com bebê: 6 dicas para as férias

Uma viagem de avião com bebê exige um planejamento cuidadoso que abrange fatores como quantidade de roupas para bebês, os tipos das peças e itens relacionados à higiene, sendo isso apenas o básico.

Portanto, continue lendo para se preparar para a viagem com nossas dicas práticas e, ao final, ter as suas dúvidas sanadas com a nossa seleção de perguntas frequentes. Boa leitura!

1. Leve trocas de roupa extra

Seja generosa na quantidade de roupas para bebê, mesmo que seja em viagens curtas. Nunca se sabe se a roupa ficará manchada porque a fralda vazou ou o bebê golfou por mal estar. Sugerimos levar na bagagem de mão a seguinte quantidade:

Lembre-se de levar em consideração a temperatura da cidade destino. Por exemplo, ao sair do sul e ir ao nordeste brasileiro, ou vice-versa, a sensação climática é totalmente diferente.

Portanto, adeque as trocas de roupa considerando as condições que encontrará tanto na partida quanto na chegada da viagem.

Veja também: como agasalhar bebê para dormir no ar condicionado

body de bebê manga longa em diferentes cores

2. Agasalhe e enrole com edredons

Os aviões são refrigerados com ar condicionado, e muitas vezes, as temperaturas são bem geladas.

Com isso em mente, agasalhe o bebê de acordo com a temperatura com bodies de manga longa, calça, meias, touquinha e enrole em edredons infantis. Assim, eles ficam aquecidos e viajam confortavelmente.

bebê com toca de frio e moletom

3. Arrume um kit completo de higiene

Os bebês podem encher a fralda a qualquer momento, e isso não é um problema no avião, já que dentro da aeronave há espaço para trocar o bebê. Leve um kit de higiene completo para realizar os cuidados. Você vai precisar de:

  • Fralda descartável;
  • Lenço umedecido;
  • Cotonete;
  • Algodão;
  • Sabonete glicerinado líquido.

escova de dente para bebê, tênis branco para bebê, bico de bebê e brinquedos

4. Entenda que os choros são normais

Há bebês que dormem antes mesmo de entrarem na aeronave e permanecem quietinhos durante toda a viagem, porém o contrário também acontece – e com mais frequência.

O choro infantil dentro do avião é natural. Eles choram por causa da fome, turbulências, frio, fralda cheia ou porque sentem a diferença de pressão com mais intensidade que adultos e não sabem o que está acontecendo e muito menos como resolver isso.

Portanto, esteja preparada para acalentar com chupetas, fraldinhas ou outro item pessoal.

5. Tome cuidado com o horário

A melhor opção é comprar passagens no horário que o bebê costuma dormir, assim os incômodos com jetlag são amenizados e os responsáveis não têm tanto trabalho em fazer o recém-nascido dormir em pleno voo. Por isso, perceba a frequência de sono antes de viajar e se planeje.

6. Leve água e mamadeiras

A ANAC permite levar a quantidade necessária de alimentos para o bebê durante o voo. A regra de que é permitido levar líquidos de até 100ml dentro da bolsa não se aplica nesse caso.

Se o bebê mamar em mamadeiras, leve uma garrafa térmica com água quente para preparar o leite e a dosagem correta. Caso a amamentação seja no peito, leve uma bombinha para tirar o leite caso comece a doer o peito.

criança segurando uma mamadeira com leite

Perguntas frequentes sobre viajar com bebê de colo no avião

Há muitas dúvidas quando o assunto é viagens com bebês, então trouxemos uma seleção de 6 perguntas frequentes que a maioria das mamães têm quando vão viajar pela primeira vez com os pequenos. Veja a seguir:

Com quantos meses um bebê pode viajar de avião?

O tempo mínimo para viagem é 7 dias, o que é válido para a maior parte das companhias. Mesmo assim, médicos pediatras recomendam esperar até 3 meses de idade para o recém-nascido voar de avião pela primeira vez.

Qual melhor assento no avião para viajar com bebê?

Os assentos “família” ou “bulkheads”. Eles são os primeiros e possuem espaço em frente ao assento, assim é possível arrumar um bercinho de avião para colocar o bebê e a mãe ficar mais confortável.

Quais documentos precisa para um bebê viajar de avião?

Independente da idade, os passageiros precisam viajar com identificação. Portanto, os documentos válidos para voos nacionais são carteira de identidade ou certidão de nascimento. Já para voos internacionais, as companhias aéreas exigem visto (se necessário) e passaporte válido.

Bebê de colo paga passagem de avião?

Os bebês de até 2 anos não pagam passagem em voos domésticos, isto é, dentro do Brasil. Porém, se o bebê for viajar com 2 anos e fizer aniversário na estadia (2 anos e 1 dia, por exemplo), ele paga a passagem de volta.

Entretanto, para voos internacionais, os bebês de colo pagam uma tarifa de 10 a 15% da passagem adulta e a taxa de embarque. No caso de classe executiva, é preciso pagar o valor integral de um assento – é providenciado uma cadeirinha própria.

Bebê de colo pode levar bagagem de mão no avião?

As mães têm o direito de levar uma bagagem de mão para bebês apenas se comprarem o assento. Porém, algumas companhias oferecem franquia de bagagem para voos internacionais, em que permitem levar carrinho, cadeirinha, bagagem entre de 5kg a 23kg, berço dobrável, canguru ergonômico ou bebê conforto. Consulte as permissões de cada companhia.

Como reservar berço para bebê no avião?

Reserve o berço para o bebê durante o ato da compra das passagens. Caso não tenha essa opção na internet, entre em contato com a companhia para solicitar.

Na maioria dos casos, os berços são fornecidos gratuitamente em voos de longas distâncias, porém não é sempre que o item está disponível, por isso garanta o seu com antecedência.

Esperamos que essas dicas ajudem você a se sentir mais preparada para uma viagem de avião com bebê. Continue acompanhando o blog Brandili e fique sempre bem informada sobre o universo infantil.

Leia também:

Entenda a fase dos 2 anos e aprenda a lidar com ela

Como lavar a roupa do bebê

Avalie este post
Compartilhe:
Equipe Brandili

Autor: Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Deixe um comentário