Início » Dicas » Como fazer o bebê pegar mamadeira? 9 dicas essenciais

Como fazer o bebê pegar mamadeira? 9 dicas essenciais

Como fazer o bebê pegar mamadeira? Essa é a dúvida de mamães que precisam voltar ao trabalho, produzem pouco leite ou, por outros motivos, não conseguem amamentar o bebê através do peito.

Se essa é uma questão que tem passado pela sua cabeça, estamos aqui para te ajudar. Veja 9 dicas para fazer o bebê pegar a mamadeira.

1. Ofereça o leite materno na mamadeira

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Sociedade Americana de Pediatria (AAP) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) orientam que a mãe amamente o bebê até os 6 meses e use o leite materno como complemento até os 2 anos.

Afinal, ele é composto por vitaminas, proteínas, enzimas, bioativos, minerais, gordura, anticorpos e muitos outros componentes essenciais que auxiliam no desenvolvimento infantil.

Por isso, tire o próprio leite através de bombas de sucção e ofereça em mamadeiras. O bebê reconhece o sabor e pega mais fácil.

2. Se não tiver leite materno? Dê leite formulado

O leite formulado é semelhante ao materno em questões de nutrientes, vitaminas e proteínas. É uma alternativa para as mães que não produzem leite suficiente para o bebê ou para aquelas que o líquido secou rapidamente.

A fórmula é composta pelos nutrientes necessários para o desenvolvimento neurológico e físico do bebê, além de ter um sabor parecido com o leite natural. Compre uma lata, prepare com as medidas recomendadas no rótulo e dê para o bebê.

Caso ele não pegue a mamadeira, tente com sabores diferentes ou veja as próximas dicas.

3. Invista em diferentes modelos de bicos

Existem diferentes tipos de bicos de mamadeira, entre eles o redondo e ortopédico. O formato redondo imita o bico do peito da mãe, o que facilita o reconhecimento e a pega da mamadeira.

Com o tempo, é importante substituir pelo bico ortopédico, que não prejudica o desenvolvimento dos dentes.

Além do formato do bico, existem os tipos (1, 2 e 3). Os números indicam o diâmetro do furo, um ponto que implica no fluxo de leite.

O número menor é indicado para recém-nascidos, mas você pode aumentar o tamanho conforme vê o esforço para a sucção (cansaço pós-mamadeira e suor).

4. Amorne o bico antes

Como a temperatura do corpo da mãe fica entre 36,5°C e 37°C, oferecer um bico de silicone gelado para o bebê provoca estranhamento. Por isso, amorne o bico da mamadeira antes de oferecê-lo.

Coloque água dentro de um copo de vidro e esquente no micro-ondas por 1 minuto. Após aquecido, posicione o bico no copo e deixe ficar morno enquanto prepara o mamá.

5. Experimente diferentes temperaturas

Os bebês são exigentes quanto a temperatura. Há os que prefiram leite quente, morno ou até frio, então é necessário testar. Para isso, repita o mesmo processo de preparo, mas amamente em tempos diferentes.

Por exemplo, aqueça o leite no fogo por 3 minutos. Coloque na mamadeira e deixe descansar por 3 minutos. Na próxima vez, aqueça da mesma forma e deixe descansar por 4 minutos. Repita o método até encontrar a temperatura que o bebê goste.

Cuidado: teste a temperatura no antebraço antes de oferecer ao bebê. Dessa forma, você garante que ele está quentinho, mas não irá machucar.

6. Ofereça outros líquidos na mamadeira

Mesmo com todo o esforço, caso o bebê rejeite o leite, ofereça outras bebidas na mamadeira. É um método para fazer a criança se interessar. Por exemplo, dê água e, em seguida, para o leite – uma estratégia que, aliás, faz parte da introdução alimentar.

Ofereça chás naturais quando atingir os 6 meses e sucos após o 1° aninho. Dessa forma, o leite não fica enjoativo.

7. Peça para outra pessoa dar a mamadeira

Essa dica é para as mães que estão no fim da licença maternidade.

O bebê sente quando a mãe volta a trabalhar. Portanto, é necessário adaptá-lo às mudanças com pequenos processos. Para isso, peça para outra pessoa dar uma ou duas das mamadeiras diárias.

Podem ser colos de babás, cuidadoras, familiares, pedagogas ou outras profissionais. Aos poucos, o bebê vai se acostumar a ficar com mais pessoas além da mamãe, o que vai ajudar na pega da mamadeira longe de casa

8. Nunca force!

É natural insistir, agradar, conversar ou oferecer mais tarde. Contudo, obrigar o bebê a mamar o que ele não quer, cria uma memória desagradável e, nos piores casos, até traumas.

Ele tem os próprios motivos para não gostar da mamadeira. Entenda a situação e adapte, mas nunca force.

9. Cuidado com mudanças excessivas

Trouxemos diversas dicas para você, mas isso não quer dizer que você deve aplicá-las. Faça testes gradativos e mude após esgotar as tentativas. Dê um tempo para o bebê entender a mudança, e acostumar com a nova situação e ver se realmente gosta.

As mudanças excessivas deixam o bebê confuso. Portanto, escolha uma estratégia e invista nela até não funcionar mais.

Após testar os métodos, conte para gente qual delas fez o bebê pegar a mamadeira!

Outros posts que podem te interessar:

O que é ingurgitamento mamário

Entenda tudo sobre amamentação

Cárie de mamadeira: veja como evitar

5/5 - (Total de avaliações: 1)
Compartilhe:
Equipe Brandili

Autor: Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Deixe um comentário