Início » Dicas » Como saber se estou grávida? Conheça os sintomas e testes

Como saber se estou grávida? Conheça os sintomas e testes

Entre tantos momentos marcantes que ocorrem na vida de uma mulher, um deles se destaca: a hora em que ela vê o “positivo” no teste de gravidez.

Com toda certeza, receber essa notícia envolve um turbilhão de sentimentos e não existem palavras que consigam descrever a sensação. É um momento que marca o início de uma nova vida – literalmente.

Entretanto, antes da surpresa da ocasião, muitas dúvidas podem estar relacionadas à descoberta da gestação. Se você se identifica com essa situação, a Brandili preparou um guia para saber se está esperando um bebê ou não. Confira!

Quais são os sintomas de gravidez?

O primeiro indicativo é o mais clássico: o atraso na menstruação. Só que ele não é o mais confiável, visto que algumas mulheres podem apresentar períodos menstruais irregulares ou sangramentos de escape, fatores que podem fazê-las chegar a um diagnóstico errado.

Caso você não conheça, os sangramentos de escape, de implantação ou spotting acontecem quando um óvulo fertilizado se liga ao revestimento do útero. 1 em cada 4 grávidas passam por isso entre a 5ª e a 8ª semanas de gestação.

Ou seja, se basear no aparecimento ou na ausência da menstruação não é muito certeiro. É necessário se atentar a outros indicadores para identificar uma gestação: enjoos, vômitos e sensibilidade nas mamas, por exemplo.

Segundo um artigo publicado no Jornal de Clínicas Norte Americanas de Gastroenterologia – uma revista científica que compartilha informações clínicas sobre gastroenterologia e hepatologia, os enjoos e vômitos matinais estão relacionados com o hormônio desenvolvido pela mulher durante a gravidez, a glicoproteína hormonal (hCG).

aumento da frequência urinária também pode ser um sintoma comum com as mamães. Como explica o Centro Médico Regional Ruron (Centro Médico Regional Huron), o aumento dos níveis de hCG amplificam o fluxo sanguíneo e, consequentemente, a produção de urina.

Além disso, o hormônio pode elevar a frequência de trabalho dos rins – e como eles fazem parte do sistema urinário, as visitas ao banheiro costumam ser mais bem regulares.

As gestantes também podem apresentar:

  • Aumento da libido;
  • Sonolência;
  • Constipações intestinais;
  • Alterações no olfato e no paladar;
  • Variações de humor;
  • Sensação de cansaço;
  • Abdômen inchado.

Vale mencionar que os sintomas podem variar de mamãe para mamãe – até porque a adaptação interna e externa ocorre de forma diferente entre cada uma delas.

Quando os sintomas começam a aparecer?

Geralmente, as futuras mães começam a sentir os primeiros indícios entre a 5ª e 6ª semana de gestação.

Porém, existem casos em que logo na primeira semana há indícios de que um bebê está vindo por aí. Em parceria com a Unimed Fortaleza, o médico ginecologista e obstetra Márcio Alcântara afirma que os sintomas podem ocorrer na seguinte cronologia:

  • 1ª semana: alteração do corrimento vaginal e cólicas;
  • 2ª semana: sensibilidade nas mamas, alterações de humor e também de olfato;
  • 3ª semana: intensificação dos sintomas e, em casos raros, sangramento vaginal;
  • 4ª semana: retardo da menstruação, enjoos e vômitos;
  • 5ª semana: aumento das mamas e da vontade de fazer xixi;
  • 6ª semana: cansaço, alterações no paladar e repulsa a cheiros.

Todas as semanas podem apresentar acentuação dos sintomas, mas, como mencionamos, os indicativos não devem ser interpretados como uma receita – na gravidez, não há regras!

É possível estar grávida e não ter nenhum sintoma?

Sim! É surpreendente, mas há mulheres que sequer apresentam um crescimento significativo da barriga. Na dúvida, faça um teste de gravidez e/ou consulte seu médico.

Quais são os métodos e testes para descobrir a gravidez?

As mulheres nascem com um plus: o sexto sentido! Quando elas sentem, pode acreditar, algo está diferente. Contudo, como a intuição não pode confirmar ou negar algo muito precisamente, a ciência dá uma forcinha.

Lembra do hCG, o hormônio que está relacionado a enjoos, vômitos e aumento da frequência urinária? Pois ele também é responsável por diagnosticar a gravidez!

A partir dele, é possível realizar dois exames comprobatórios: o primeiro utiliza a urina, enquanto o segundo é feito por meio de análise sanguínea. Entenda:

1. Exame de Urina

É o famoso teste caseiro que pode ser comprado em farmácias. Ele mede a presença de hormônio beta hCG na urina – que vai aumentando ao longo das primeiras semanas de gestação. É fácil fazer o teste, confira o passo a passo:

  1. Colete a urina em um recipiente limpo;
  2. Remova a tampa do teste e mergulhe a ponta no líquido recolhido;
  3. Espere cerca de cinco segundos e remova-o;
  4. Deixe o teste parado em uma superfície plana;
  5. Aguarde entre 1 e 5 minutos para o resultado.

Após o período de espera, os resultados podem ser interpretados da seguinte maneira:

  • Um risco: resultado negativo para gravidez ou ainda é muito cedo ser detectada;
  • Dois riscos: resultado que confirma a gravidez;
  • Símbolo de menos (-): também indica resultado negativo ou muita brevidade na identificação;
  • Símbolo de mais (+): indicativo que confirma a gestação.

É válido mencionar que é comum apresentar resultados falso-negativos e falso-positivos, uma vez que a hCG pode apresentar níveis baixos demais na urina para serem captados.

Por essa razão, recomenda-se que o exame seja feito logo no primeiro xixi do dia, visto que essa urina armazena quantidades maiores da substância.

2. Exame Beta hCG

O Beta hCG é o teste mais assertivo para gravidez. Para apurar os resultados do exame, será preciso analisar o número que está em mili unidades internacionais por mililitro (mUI/ml) da seguinte maneira:

  • BhCG abaixo de 5 mIU/ml: não há indícios de gestação;
  • BhCG entre 5 e 25 mIU/ml: resultado impreciso. Recomenda-se um novo exame após três dias para confirmar a gravidez;
  • BhCG acima de 25 mIU/ml: comprova a gravidez.

Resultados falso-negativos ou falso-positivos são extremamente raros. Quando os hormônios são analisados no sangue, podem ser captados precisamente.

Existe algum teste de gravidez caseiro que seja confiável?

Não! Isso seria bem mais prático, mas o método de descoberta da gravidez feito em casa é completamente confiável. As únicas formas de comprovação 100% seguras são através de exames laboratoriais.

Mamãe, compartilhe conosco se você gostou de aprender um pouco mais sobre os sintomas e os testes de gravidez? Nós adoramos elaborar esse material, pois a temática é encantadora e pode ajudar a resolver a dúvida de muitas mulheres!

Se você realmente está grávida, nós desejamos toda a felicidade do mundo – e uma diquinha extra: caso queira anunciar a gestação de uma forma diferenciada, você pode conferir o nosso guia de 12 ideias para apresentar a novidade pessoalmente!

Continue navegando pelo Blog da Brandili! Por aqui, você encontrará conteúdos incríveis relacionados à maternidadedicas de moda infantil e muito mais.

3.7/5 - (Total de avaliações: 4)
Compartilhe:
Equipe Brandili

Autor: Jefferson Back

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Deixe um comentário