Início » Gravidez » Teste de gravidez positivo – como saber se estou grávida?

Teste de gravidez positivo – como saber se estou grávida?

Você sabia que, no Egito Antigo, as mulheres faziam xixi em sacos de trigo e cevada para saber se estavam grávidas ou não? Caso a cevada germinasse, a mulher estaria grávida de um menino. Se desse trigo, ela estaria esperando uma menina.

E se não acontecesse nada, ela não estava grávida. Já pensou?! Parece loucura, mas cientificamente faz muito sentido – é o que a matéria publicada pela BBC Brasil aponta.

Ao levar a teoria ao laboratório, cientistas relataram que, em 70% das vezes, a urina realmente possibilita o crescimento das plantas. A hipótese é que o estrogênio (hormônio presente no xixi de gestantes) possa favorecer o desenvolvimento da semente.

E nos dias de hoje? Você sabe como funciona o teste de gravidez? Não vale dizer que é só fazer xixi no palitinho, hein! Vamos conhecer os detalhes do tema?

Como funciona o teste de gravidez?

De maneira semelhante ao método egípcio, os testes atuais também funcionam por reações. Contudo, a versão moderna acontece devido à medição do hormônio beta hCG – que é produzido apenas na gravidez.

Como o hCG pode ser encontrado na urina, ao entrar em contato com a substância reativa do teste, o resultado é alterado, confirmando a gravidez em 95% das vezes.

Assim, você consegue responder à famigerada pergunta: como saber se estou grávida?

Como saber se o teste de gravidez deu positivo?

Depois do xixi, é hora de saber a verdade!

O primeiro passo é saber se o teste está funcionando, certo? Vai que você fica esperando por horas e o produto não funciona… Então, para evitar momentos de tensão, após a coleta, logo surge uma marca indicativa.

A segunda coisa a se fazer é aguardar alguns minutinhos para interpretar o teste. Os modelos podem variar, mas geralmente apresentam riscos verticais ou sinais matemáticos.

Veja o que significa cada um deles:

  • I ou – : negativo ou ainda é muito cedo para detectar a gestação;
  • I I ou + : positivo, mesmo que o risco esteja menos visível.

É válido mencionar que, passados dez minutos, o resultado pode mudar, inviabilizando a conclusão do teste.

O que significa quando o teste dá uma linha forte e outra fraca?

Se você realizou o teste de gravidez e uma linha ficou mais forte que a outra, é indicativo de gravidez. A linha mais fraca sugere apenas que os níveis de hCG do seu organismo estão baixos – ou seja, a gravidez foi identificada bem no início.

Você pode confirmar realizando um novo teste após alguns dias, certamente o segundo risco estará mais forte, pois o hormônio estará sendo produzido em maior quantidade.

É possível dar falso positivo nos testes de farmácia?

Sim, apesar de raros, os resultados falsos positivos são possíveis!

De acordo com a Mayo Clinic, uma organização sem fins lucrativos de serviços médicos e de pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos, o falso negativo pode ocorrer nas seguintes situações:

  • Quando há a perda da gravidez logo após o óvulo ser fertilizado;
  • Realizar o teste depois de ingerir um medicamento que tenha o hormônio beta hCG;
  • Casos de gravidez ectópica (quando o embrião, começa a se desenvolver fora da cavidade uterina), menopausa ou problemas de ovários.

O teste de gravidez deu positivo: e agora?!

Se você acabou de descobrir que está grávida, nós temos um passo a passo que pode ajudar a lidar com a notícia:

1. Sente e respire

Processar essa informação pode ser complicado, uma vez que a gravidez muda completamente a vida de uma pessoa.

Por isso, a primeira coisa que deve ser feita é sentar e respirar. Essa é uma das maneiras de reduzir a ansiedade na gravidez.

2. Busque por ajuda especializada

Para garantir a sua saúde – e a do seu futuro bebê – pesquise por um médico que transmita confiança e que atenda às suas necessidades durante todo o período de gestação.

É sempre válido mencionar que, caso tenha uma primeira experiência não tão boa, você pode sempre trocar de especialista, viu?

Existem diversos profissionais altamente capacitados! Assim, se você não gostou de algum ponto específico da abordagem do médico, consulte outro. Isso vai te proporcionar muito mais conforto durante a gestação.

3. Inicie o pré-natal

Depois de saber qual será o médico responsável pelos cuidados gestacionais, é hora de agendar as consultas de pré-natal.

De acordo com o Ministério da Saúde, elas são essenciais para ajudar a prevenir ou detectar possíveis patologias maternas e fetais. Porém, não é só isso! O pré-natal também serve para:

  • Otimizar o estado nutricional da mulher;
  • Aprimorar hábitos de vida e de higienização;
  • Analisar o uso de remédios que possam afetar a saúde do bebê;
  • Oferecer apoio psicológico para com a gestante durante o processo gestacional;
  • Cuidar de doenças pré-existentes para evitar problemas no desenvolvimento da gestação;
  • Preparar a mãe para a maternidade, com informações educativas sobre o parto e os cuidados da criança;
  • Orientar a futura mãe sobre questões como: funcionalidades do organismo, práticas de vida saudável, orientações contra o uso de substâncias que possam afetar a saúde da mãe ou do bebê etc.

Com esses três passos, você já tem um norte de como cuidar do seu bebê. É claro que você deverá tomar diversos outros cuidados, mas, em um momento inicial, são essas etapas que devem ser seguidas.

Gostou de aprender os detalhes sobre o funcionamento do teste de gravidez? É sempre um prazer te ajudar em momentos de dúvidas!

Aproveitamos a deixa para convidá-las a continuar navegando pelo nosso blog – especialmente se você é mãe de primeira viagem e o teste deu positivo, pois nós temos conteúdos recheados de informações sobre maternidade e saúde da criança.

Avalie este post
Compartilhe:
Carla Bucci

Autor: Carla Bucci

Graduada em Jornalismo pela Universidade Regional de Blumenau (FURB), reside na cidade de Blumenau. É apaixonada por moda e pelo desenvolvimento de textos criativos. Para achar as melhores pautas do universo infantil, está sempre ligada nas redes sociais.

Deixe um comentário