Início » Dicas » Como planejar o desmame noturno? Faça na hora certa!

Como planejar o desmame noturno? Faça na hora certa!

Para muita gente, o ato de amamentar é sinônimo de afeto, amor e ternura. Afinal, esse é um momento muito especial tanto para o bebê quanto para a mamãe. Os dois aproveitam muito a amamentação e sabem o quanto esse é um momento gostoso. Porém, com o crescimento da criança, chega a hora de aplicar o desmame noturno.

Esse é o processo em que os mamás noturnos são reduzidos e, assim, a criança pode desfrutar de noites completas de sono – um fator muito importante para o seu desenvolvimento. 

O desmame noturno é benéfico tanto para a mãe quanto para a criança. Os dois conseguem dormir mais tranquilos e descansar bem quando não precisam acordar várias vezes durante a madrugada para fazer a amamentação. 

Só que muitas mães têm receio de fazer esse processo de forma muito precoce ou da maneira errada. Se você é uma dessas, fique tranquila! Nesse post a Brandili te ajuda a entender como planejar esse processo e fazê-lo da melhor forma. 

Aqui você pode tirar suas principais dúvidas sobre como fazer o desmame noturno e conferir nossas dicas para deixar esse momento o mais tranquilo e natural possível. Confira:

Qual a idade ideal para fazer o desmame noturno? 

A idade ideal para começar o processo de desmame vai variar de criança para criança. O mais comum é que esse processo seja iniciado no período entre os 4 e 6 meses de idade do bebê. Nesse momento, mamar durante a noite deixa de ser uma necessidade para a criança e ela continua acordando de madrugada mais por conta do hábito, do que pela fome. 

Nessa idade, noites de sono bem dormidas se tornam essenciais para o desenvolvimento dos pequenos. Se não dormirem bem, seu crescimento pode ser prejudicado! No entanto, não precisa se apressar: a criança normalmente dá sinais de quando está pronta para o desmame noturno. 

Um dos principais fatores é quando ela já passou pela introdução alimentar e consegue satisfazer sua fome com outros alimentos além do leite materno. Se o pequeno já se alimenta bem durante algumas refeições ao longo do dia, como o jantar ao fim da tarde, ele pode estar pronto para o desmame noturno. 

O ideal é sempre ter o acompanhamento do médico pediatra, que pode te orientar e observar com mais propriedade os sinais que mostram se a criança está pronta ou não para o processo. 

Atenção: essa é a idade ideal para o desmame noturno. Quem entende a importância da amamentação sabe que a criança pode ter muitos benefícios do leite materno para além dos 6 meses de idade. 

bebê feliz

Quanto tempo demora para a criança desmamar durante a noite? 

Essa pergunta, infelizmente, não tem uma resposta precisa! No início, não vai ter jeito: eles vão reclamar, chorar e espernear até quase ficarem sem ar. Essas serão as noites mais exaustivas do processo, porém, como tudo na vida, um dia passam! 

Cada bebê tem seu jeitinho e a forma com que seu filho vai se acostumar – ou não! – com o processo do desmame vai ser completamente diferente de outra criança. O processo pode levar alguns dias, algumas semanas ou, ainda, mais de um mês. 

O indispensável é ser paciente, estar sempre ao lado da criança oferecendo seu colo e seu carinho e, também, contando com a orientação do pediatra. 

mãe e filho conectando

Como fazer o desmame noturno: dicas para te ajudar nesse processo

Como já entendemos até aqui, restringir a amamentação durante a noite é um processo essencial para o desenvolvimento do bebê e, também, para a mãe retomar suas noites de sono completas. 

Para fazer essa transição de forma efetiva, não basta apenas cessar subitamente as mamadas. Isso só vai deixar o processo ainda mais estressante. 

Existem alguns hábitos que você pode ter ao planejar o desmame materno e, assim, preparar a criança para dormir noites completas de sono sem acordar para mamar. Confira nossas dicas: 

1. Não inicie o processo se o bebê estiver em outra transição

As crianças pequenas são muito ligadas à rotina e aos hábitos que já estabelecerem. São esses fatores que deixam elas confortáveis e as fazem sentir-se seguras, sem os desafios do desconhecido.

Por isso, o processo de desmame noturno vai ser um tanto quanto desafiador: a criança, que está acostumada a acordar durante a noite para mamar desde que nasceu, vai estranhar a interrupção desse hábito e será resistente no início. Esse incômodo, infelizmente, é inevitável. 

Portanto, é fortemente recomendado que as mamães evitem fazer esse processo quando a criança já estiver passando por outras transições e adaptações. Por exemplo, a volta da mãe ao trabalho ou uma mudança de casa. Assim, você reduz os efeitos do estresse sobre os pequenos. 

2. Crie uma rotina para a hora de dormir 

Já que as crianças são apegadas aos hábitos e rotinas, você pode usar isso à seu favor! Tente criar um ritual diário para a hora da cama e tenha disciplina para segui-lo rigorosamente todos os dias. 

Assim, as crianças ficam confortáveis e mais seguras por observarem uma rotina que se repete e que dá certo para elas. 

Essa rotina pode incluir, por exemplo, a hora do banho, do jantar, a hora de parar de brincar, o mamá antes de dormir e o ato de sempre colocar a criança para dormir cantando ou contando uma história. O importante é criar algo que funcione para sua rotina e que prepare a criança para a hora de dormir. 

3. Faça o processo do desmame com a criança bem alimentada

Para fazer o desmame noturno, certifique-se de que a criança está se alimentando de forma adequada durante o dia. Com a introdução alimentar, ela passa a aceitar outros alimentos nas refeições e, assim, se sacia com eles também. 

Tanto o peito quanto a mamadeira continuam sendo fonte de alimentação para a criança. Por isso, você pode planejar fazer algumas pausas programadas para o mamá ao longo do dia e, assim, garantir que a criança esteja alimentada o suficiente.

Você pode, inclusive, oferecer uma mamada ao final do dia – antes da hora de dormir – esse “lanchinho” vai impedir que a criança acorde sentindo fome durante a noite. 

4. Introduza o desmame noturno de forma gradual 

Você pode preparar a criança, gradativamente, ao longo dos dias para que ela se acostume a beber cada vez menos leite. Para tanto, você pode diminuir o tempo que a criança fica no peito ou, ainda, a quantidade de leite nas mamadeiras. 

Fique atenta: o mais importante é fazer isso de forma gradual! Com isso, queremos dizer que: a redução é lenta, de forma sutil. Dessa maneira, a criança se acostuma com a quantidade de leite fornecida e essa não se torna uma redução agressiva! 

Fazendo a redução gradual, o bebê se familiariza com o novo hábito com o passar do tempo, o que o deixa mais preparado para largar de vez as mamadas noturnas. 

5. Acostume a criança a dormir sem fazer a sucção 

Outra tática muito importante é a de fazer com que a criança se acostume a pegar no sono sozinha, quando não estiver sugando o peito da mãe com a boca. 

Você pode até mesmo amamentar a criança quando ela acordar durante a noite no início do processo de desmame – no entanto, não deixe que ela durma completamente enquanto mama. Isso pode fazer com que ela associe o movimento de sugar o peito com o fato de pegar no sono. 

Sabe aquelas pessoas que só dormem se estiverem vendo televisão ou somente se estiverem com meias nos pés? É o mesmo princípio! Elas foram condicionadas a isso e, hoje, esse é um hábito essencial para que peguem no sono. 

Portanto, observe a criança durante a amamentação e tire-a do peito quando ela já tiver mamado o suficiente. Ela estará sonolenta, mas ainda não terá dormido completamente. 

Você pode naná-la, colocá-la no berço, cantar para ela ou somente conversar ternamente, acalmando-a. Assim, você ajuda ela a pegar no sono sem necessariamente estar mamando. 

Colocando todos esses passos em prática, o processo de desmame natural pode ser o mais tranquilo possível. Dentro de algum tempo, mamãe e bebê estarão desfrutando de noites inteiras de sono. 

bebê fofo

E já que estamos falando de um sono de qualidade, que tal continuar a leitura conferindo nosso post sobre como garantir uma noite de sono segura para os bebês

Essas e outras dicas sobre a maternidade, além de novidades, inspirações e conteúdos legais para quem tem amor pela criança, você encontra aqui no Blog da Brandili! Toda semana publicamos conteúdos quentinhos e exclusivos para você. Até mais!

4.2/5 - (Total de avaliações: 50)
Compartilhe:
Equipe Brandili

Autor: Jefferson Back

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Deixe um comentário