Início » Atividades » Charreata: o que é, como funciona e como organizar

Charreata: o que é, como funciona e como organizar

A pandemia da COVID-19 e a necessidade de isolamento social obrigaram as mamães a reinventar um evento superespecial: o chá de bebê!

Apesar da distância, essa situação ressaltou ressaltou uma das qualidades que as mamães têm de melhor: a criatividade. Para que esse momento não passasse em branco, os chá de bebê começaram a acontecer de forma online – ou por meio de charreatas!

São maneiras práticas e seguras de reunir os amigos e familiares para celebrar a gravidez. Se você quer saber o que é, como funciona e como organizar uma charreata de sucesso, continue a sua leitura!

O que é uma charreata?

O termo charreata vem da união de um chá de bebê com uma carreata.

No evento, os convidados passam de carro em frente ao local combinado. Ali, entregam o presente pela janela, desejam as felicitações, pegam a lembrancinha e voltam — tudo sem sair do carro.

Ou seja, para organizá-lo, não é necessário alugar um espaço, mesas, cadeiras e buffet para acomodar os convidados. É uma versão extremamente prática e econômica do chá de bebê!

Veja também – Chá rifa de bebê: o que é, como divulgar e quando fazer

Como organizar um chá de bebê drive thru?

Preparar uma festa infantil – desde as mais simples até as mais elaboradas – é um desafio até mesmo para as mamães mais organizadas. Felizmente, as charreatas costumam facilitar esse aspecto.

Nós preparamos algumas bem práticas, veja a seguir:

1. Escolha uma data e horário apropriados

Seja em um sábado, domingo ou feriado, os períodos de descanso estão entre as melhores datas para essas comemorações. Nesses dias, a maioria dos convidados pode comparecer, nem que seja por pouco tempo.

Em relação ao horário, precisamos sempre considerar as limitações definidas pela Lei do Silêncio. Na maioria dos casos, os barulhos são permitidos somente entre 7h e 22h.

2. Faça uma lista de convidados e presentes

Incluir familiares, amigos, colegas de trabalho e todas as pessoas que você quer presente no evento geralmente resulta em uma lista extensa de convidados. É nesse momento que você pode:

  • Limitar o número de convidados;
  • Marcar quem realmente não pode faltar;
  • Estudar quais pessoas não vão se importar tanto com com a falta do convite.

Um detalhe: é melhor considerar a quantidade de carros porque uma família de 5 pessoas pode ir reunida em apenas um veículo. Essa informação é determinante para organizar os carros na rua e definir a quantidade de lembrancinhas.

3. Prepare sugestões de presentes

É muito comum que as mamães e papais entreguem sugestões de presentes aos convidados do chá de bebê.

Não fique com receio de aderir a esse método, uma vez que a proposta serve para garantir que os itens ganhados realmente serão necessários para o recém-nascido, além de distribuir os tamanhos das fraldas.

Caso contrário, você corre o risco de ganhar muitas fraldas RN e poucas M, por exemplo.

Veja também – 5 remédios caseiros para bebês com os dentes nascendo

3. Envie o convite com uma rota e dicas práticas

Locais sem preparo acabam se tornando uma confusão tanto para motoristas como para pedestres. Para evitar isso, você pode direcionar seus convidados. Ao enviar o convite, insira uma rota para seus convidados.

É um gesto pequeno, mas que evita muito transtorno no dia. Se todos já souberem o que fazer, não haverá necessidade de ninguém ficar sinalizando como chegar ou ir embora. Facilite a vida de todos!

Além desse cuidado, faça um manualzinho de boas práticas para não ter problema com a vizinhança no dia. Peça para os carros ficarem em fila, evitando obstruir o trânsito ou parar em frente aos portões alheios.

4. Avise os vizinhos da charreata

Durante a charreata, é esperado um alto volume de carros que podem causar congestionamento. Por isso, é de grande importância que os vizinhos estejam cientes do evento para que não estranhem a movimentação no dia.

Uma faixa escrita “Charreata do meu bebê” não é suficiente. É necessário comunicar seus vizinhos para que eles possam se preparar com antecedência.

5. Prepare algo para servir

Como agradecimento pela visita dos convidados, que tal preparar aperitivos para a viagem?

  • Salgados
    • Assados: empadinha, esfirra, croissant, tortas, enroladinho de salsicha, pão de batata ou pão de queijo;
    • Fritos: coxinha, risoles, bolinha de queijo, mini pastel, croquete ou quibe.
  • Doces
    • Bolo: no pote, cupcake ou uma fatia generosa;
    • De festa: brigadeiro, beijinho, cajuzinho, carolina, trufa e olho de sogra.

Recomendamos que opte por finger foods, ou seja, lanches pequenos que podem ser ingeridos com a mão mesmo. Além disso, evite comidas que precisam de refrigeração, como mousse e/ou sorvete.

Você também pode servir doces temáticos de Páscoa, Festa Junina, Natal, Halloween e outras datas festivas. Tudo ficará repleto de carinho e deixará os convidados encantados!

6. Monte lembrancinhas criativas

O que dar de lembrancinha na charreata é um enigma para muitas mamães, mas não se preocupe. Desvendamos isso também, confira algumas ideias criativas:

  • Sabonetes;
  • Brinquedinho;
  • Cheirinho de bebê;
  • Potinho com doces;
  • Carta de agradecimento;
  • Vasos pequenos de plantas;
  • Cueiro estampado ou bordado;
  • Álcool em gel e kit higienizador.

E não se esqueça: seus convidados já têm um carinho muito especial por você e por seu futuro filho. Não se desgaste tentando pensar em uma lembrancinha que vá agradar a todos, pois o mais importante já foi entregue: o convite!

7. Tenha mesas para se organizar

Outro item que não pode faltar e que geralmente é esquecido nesses eventos é uma mesa para colocar as lembrancinhas e embalagens de petiscos, tornando a entrega mais prática.

Para deixar tudo com uma proposta mais interessante, você pode arrumá-los em pilhas, pirâmides ou outros formatos. Temos certeza de que tudo ficará organizado com muito bom gosto!

Além da mesa das entregas, você precisa de um local para presentes. Arrume uma mesa que os valorize e, depois de receber de todos os convidados, tire uma foto e poste nas redes sociais para agradecer.

Veja também – Galocha infantil: ideias de looks femininos e masculinos

8. Atente-se ao tempo e faça dele o melhor!

Outro importante detalhe para o evento é o tempo de atenção destinado a cada convidado em específico. Se você conversar 10 minutos com cada carro, que horas acabará a charreata? Infelizmente, os convidados ficarão impacientes na fila.

Para definir um bom limite, multiplique 10 minutos pela quantidade de carros convidados e divida por 60.

O resultado é a quantidade de horas que durará a charreata. Lembre-se também de cuidar da sua saúde e da saúde de seu bebê. Ficar muito tempo em pé te deixará cansada e com os pés inchados.

Estipule um tempo médio de, aproximadamente, 5 minutos. Será mais que suficiente para entregar as lembrancinhas, pegar os presentes e dar boas risadas em uma conversa rápida.

Tire uma selfie bem animada com o pessoal e faça um lindo post agradecendo cada um dos presentes mais tarde!

Gostou da ideia de fazer uma charreata? A celebração ganhou adeptas no mundo inteiro, participe você também!

Afinal, mesmo com a não obrigatoriedade do uso de máscaras e redução dos casos de infectados pela COVID-19, esse formato continua sendo uma opção perfeita que permite que as mulheres desfrutem da felicidade do chá de bebê sem sair de casa e gastando pouco.

Vale a pena celebrar, mesmo que não seja do jeito tradicional!

E já que estamos falando sobre chás de bebês em diferentes formatos, veja como organizar um chá de fraldas online no nosso post sobre o assunto! Spoiler: esse evento é mais prático ainda.

Agradecemos por sua leitura e esperamos vê-la novamente aqui no blog conferindo todos os nossos conteúdos sobre maternidade, infância e cuidados com seus pequenos. Até a próxima!

Avalie este post
Compartilhe:
Jefferson Back

Autor: Jefferson Back

Graduado em Publicidade e Propaganda pela Unisociesc Blumenau, atua no universo digital há quase dez anos. Pós-graduando em Neuromarketing e Brandsense pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), é fascinado pelo mundo da comunicação e comportamento humano.

Deixe um comentário