Início » Maternidade » 5 remédios caseiros para bebês com os dentes nascendo

5 remédios caseiros para bebês com os dentes nascendo

Normalmente, o desenvolvimento da dentição dos bebês é um período desafiador . A criança fica mais agitada, chora com a mão na boca e apresenta irritabilidade.

Tudo isso está relacionado ao desconforto sentido nesse momento: são sinais que os pequenos nos dão para indicar a dorzinha e a coceira presente na sua boca.

Além da dor, o nascimento dos dentinhos pode provocar falta de apetite, salivação abundante, vômitos, diarreia e até mesmo febre, como mencionado pelo artigo publicado pela Revista Paulista de Pediatria.

Isso faz com que esse processo seja motivo de muita ansiedade e preocupação para as mamães e papais. Neste post, vamos te ajudar a lidar com essa fase complicada. Confira 5 remédios caseiros para bebês que estão com os dentes nascendo!

1. Mordedores

Como o nome sugere, são objetos feitos para serem mordidos pelos bebês. Podem ser uma solução eficiente já que, ao morder o utensílio, eles terão uma leve sensação de conforto devido à pressão na gengiva.

Para tornar o mordedor ainda mais aliviante, coloque-o na geladeira!

De acordo com o fisioterapeuta da Universidade Federal de São Paulo, Maurício Garcia, o resfriamento pode ajudar a reduzir inflamações. Confira o estudo aqui.

Além disso, os mordedores são ótimos acessórios para chamar a atenção do pequeno. Então, ao oferecer o item, além do alívio, você estará distraindo a criança, fazendo com que ela esqueça brevemente do incômodo.

2. Alimentos gelados

Se você está sem um mordedor por perto, há outra opção para auxiliar no desconforto: alimentos gelados! Vegetais, legumes e frutas geladas “massageiam” a gengiva dos pequenos, aliviando a sua dor e amenizando inflamações.

Até as bebidas (leite, sucos naturais, sopas líquidas) podem ser utilizadas! Assim como purês, iogurtes, papinhas, etc. Nesses casos, pode ser necessário congelar os alimentos, colocando-os em forminhas de silicone.

Alguns cuidados necessários com essa prática são:

  • Seguir as diretrizes da introdução alimentar;
  • Descascar os alimentos para evitar que os bebês engasguem ou se machuquem;
  • Prestar atenção enquanto os pequenos estiverem com a comida em mãos;
  • Não deixar que as crianças segurem alimentos congelados diretamente nas suas mãozinhas sensíveis.

3. Picolé de leite materno

Se os alimentos gelados são uma recomendação, podemos aplicar a mesma lógica para o leite materno, não é mesmo?

Olha só a importância que o picolé de leite tem: na dentição, é muito comum que os bebês desenvolvam edemas, que são inchaços causados pelo acúmulo de líquidos.

Como uma das recomendações para tratar edemas é a ingestão de mantimentos frios, temos a solução perfeita!

Ainda mais considerando que sorvetes e picolés industrializados estão longe do cardápio recomendado por pediatras, por conta de todos os seus aditivos, corantes e ingredientes artificiais.

Com o picolé de leite materno, você pode aliviar o desconforto do bebê causado pelo nascimento dos dentes, além de oferecer uma sobremesa repleta de nutrientes.

Leia também – Alimentação infantil saudável: veja como fazer as crianças comerem bem

4. Massagem na gengiva

Para ajudar o pequeno durante a dentição, massagear a região é uma prática excelente. De forma similar à ação dos mordedores, a pressão do contato consegue aliviar o incômodo e “coçar” a gengiva do bebê.

Antes de qualquer contato com a boca do neném, não esqueça de lavar muito bem as mãos. Além disso, preste atenção às suas unhas, que devem estar curtinhas e sem esmaltes. Existem dedeiras de silicone que podem ser vestidas nos dedos para facilitar esse processo.

5. Panos úmidos

Seu bebê tem uma naninha? Ela pode ajudar a aliviar o desconforto do nascimento dos dentes! Ainda mais quando o pano é combinado com extrato de camomila ou alcaçuz, pois essas plantas têm agentes que atuam como:

  • Anti-inflamatórios: combatem a inflamação de tecidos da boca, ajudando a reduzir o inchaço da gengiva;
  • Antiespasmódicos: acalmam ou até mesmo neutralizam contrações musculares;
  • Sedativos: deixam o bebê menos agitado.

Bem legal, né? Para proporcionar esses efeitos ao seu filho, basta umedecer um pano com os extratos mencionados. Ao mordê-lo, o pequeno sentirá alívios proporcionados pelo contato e pela medicação fitoterápica.

Atenção: para comprar medicamentos fitoterápicos, é necessário consultar um médico pediatra, perguntar se é uma prática válida para o seu bebê e obter uma receita.

O que não fazer para aliviar o incômodo da dentição?

Até o momento, explicamos o que pode ser feito para ajudar bebês com dentes nascendo. Nesse processo de descobertas e aplicação de métodos, há algumas coisas que devem ser evitadas para garantir a segurança e saúde dos pequenos.

  • Não medique o bebê com remédios ou anestésicos tópicos sem a recomendação de um médico;
  • Não remova a escovação da rotina, pois os alimentos podem piorar o quadro de inflamação e gerar infecções secundárias, como a cárie de mamadeira;
  • Não ignore sintomas mais graves. Em casos de vômitos, diarreia ou febre, encaminhe ao pediatra!

Prontinho, mamãe, gostou de saber um pouco mais sobre o tema? Continue navegando pelo nosso blog! Aqui, você encontra diversos tópicos sobre maternidade que foram escritos para te ajudar nessa jornada maravilhosa.

Avalie este post
Compartilhe:
Carla Bucci

Autor: Carla Bucci

Graduada em Jornalismo pela Universidade Regional de Blumenau (FURB), reside na cidade de Blumenau. É apaixonada por moda e pelo desenvolvimento de textos criativos. Para achar as melhores pautas do universo infantil, está sempre ligada nas redes sociais.

Deixe um comentário