Corrente do Amor: parteira no Quênia foge para salvar bebês

Cada bebê que chega ao mundo é único e precisa de muito cuidado para se desenvolver. São muitas as pessoas que podem fazer a diferença na vida das crianças, dando carinho e atenção. Não precisa ser necessariamente da família, mas especialmente alguém que os queira de coração. Para homenagear e contar as histórias daqueles que se dedicam aos nossos pequenos lançamos a Campanha Corrente do Amor. Hoje nós vamos falar sobre Zainab: a parteira queniana que fugiu para salvar dois bebês hermafroditas de seus pais que não os queriam vivos.

Corrente do Amor: parteira no Quênia foge para salvar bebês

Em 2012, com anos de experiência trabalhando como parteira na zona rural de seu país (onde os hospitais são precários), Zainab tinha uma rotina normal até se deparar com uma situação desafiadora. Realizou o parto de um bebê hermafrodita – que nasceu com os órgãos genitais masculino e feminino. Como no Quênia existe a crença de que crianças que nascem assim trazem maldição para a família e vizinhos, o pai ordenou que o bebê fosse morto. Porém, a corajosa Zainab, que já era mãe e avó, escondeu e criou como se fosse seu filho.

“Ele me disse: ‘Não podemos levar esse bebê para casa. Queremos que ele seja morto’. Eu disse que a criança era uma criatura de Deus e que não poderia ser morta. Mas ele insistiu. Então respondi: ‘deixe o bebê comigo, eu o matarei para você’. Mas eu não o matei, eu fiquei com ele”, contou Zainab.

Depois disso, o pai da criança voltou a procurar a parteira para garantir que ela havia cumprido o que prometeu. Toda vez que ele aparecia, Zainab dava um jeito de esconder a criança. Até que um dia a família do bebê descobriu a verdade e pediu a ela que nunca revelasse a ninguém a origem do bebê. Ela concordou e desde então cria o pequeno como e fosse dela.

Corrente do Amor: parteira no Quênia foge para salvar bebês

Dois anos depois, o caso voltou a acontecer: Zainab fez outro parto de uma criança hermafrodita. Dessa vez, os pais não pediram para matar. A mãe fugiu e deixou o bebê nos braços da parteira.

Dentro de casa, o marido de Zainab nunca aprovou sua decisão de ficar com as crianças. As brigas entre o casal se intensificaram e ela decidiu se separar e levar os pequenos consigo. Os filhos de criação de Zainab são saudáveis e felizes. Questionada se em algum instante se arrependeu de ter deixado sua vida inteira para trás em prol das crianças ela responde: “Eu deveria me livrar delas? Não, eu sou mãe delas.

Corrente do Amor: parteira no Quênia foge para salvar bebês

De arrepiar essa demonstração heróica de carinho, né pessoal? Mãe não precisa ser de sangue e sim de coração <3

Além da guerreira e bondosa Zainab, muitas outras histórias fazem parte da Corrente do Amor. Leia também:

>> Voluntária adota menino com necessidades especiais

>> Pai tatua cicatriz de filho com câncer na própria cabeça

>> Professora vai na casa dos alunos para conhecê-los melhor e poder ajudá-los

E você?

Tem também uma história inspiradora para dividir com a gente? É bem fácil, olha: Passo 1: pense na história de alguém que tem amor pela criança; Passo 2: poste essa história nas redes sociais da Brandili com a #CorrentedoAmorBrandili ou aqui nos comentários do blog; Passo 3: pronto, você já está participando! As histórias mais emocionantes serão transformadas em animações, que serão exibidas em todo o Brasil.

Esperamos contar com a sua história aqui, quanto mais pessoas maior será a corrente do amor <3

Imagens e informações: Razões Para Acreditar

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!