Brincadeiras para fazer em casa e se exercitar com as crianças

Durante a quarentena, não são só os adultos que precisam fazer exercícios. Os pequenos também devem se exercitar para obterem maior bem-estar. É claro que assistir filmes, jogar videogame e brincar no tablet é bacana para entreter, mas de forma alguma temos que deixar de lado atividades que envolvam a movimentação.

Isso porque, além de ser muito saudável, o exercício diverte, melhora as condições físicas de saúde e promove o bem-estar psicológico e funcional, afastando o estresse e a frustração. Ainda mais no meio de um período de incertezas, isolamento e saudades dos coleguinhas que os pequenos vivem.

Leia também: Os melhores alimentos para fortalecer a imunidade

Com a impossibilidade de praticar as atividades extracurriculares como futebol, basquete, vôlei, balé, dança, karatê e também de frequentar as quadras esportivas e praças dos condomínios, devemos ser criativos em casa mesmo. Selecionamos algumas brincadeiras bem simples que rendem momentos divertidos em família. Chame todo mundo e bora fazer um “treinão divertido” com as crianças. Vale correr, brincar, pular e rir muito trabalhando os músculos do abdômen! :)

Atividades de 3 a 4 anos

• Pule corda: com um tapete macio e uma corda, crie um obstáculo para pular.

• Jogo de jacaré: espalhe algumas “ilhas” ou “barcos” no chão (usando almofadas, bichos de pelúcia, livros) e faça as crianças pularem de um objeto para outro, o objetivo é não cair “na água” correndo o risco de ser comido pelo jacaré faminto, personificado pelos pais.

• Jogo de espelhos: fique na frente da criança, a cerca de 30 cm de distância, e convide-a para copiar todos os movimentos. Estique os braços para o céu, para frente e para os lados, corra no lugar, imite um macaco, um sapo ou qualquer animal. Mude o papel e o adulto copia os movimentos da criança.

• Organize uma caça ao tesouro doméstico que tente cobrir todas as áreas da casa.

Atividades de 5 a 7 anos

• Encontre a forma: crie formas (quadrados, círculos), letras ou números no chão com fita adesiva. Dê instruções que botem a criança em movimento (por exemplo: “rasteje como uma cobra em direção à letra B”, “pule como um canguru no círculo”, “Corra em direção ao número 3”).

• Letras musicais: coloque a música rítmica para dançar. Pare a música e diga uma das letras, formas ou números. A criança deve encontrar a letra, forma ou número indicado e sentar-se nela.

• A dança do travesseiro: coloque um travesseiro no chão, coloque uma música rítmica e comece a dançar, um dos jogadores diz “travesseiro”. Quem conseguir se sentar primeiro no travesseiro, ganha.

• Voa balão: infle um balão colorido, os jogadores terão que atingi-lo jogando-o no ar como se estivesse jogando tênis, mas sem jogá-lo no chão. Você pode contar em voz alta quantas vezes o balão é atingido e tentar quebrar o recorde.

• Alcance o balão: pendure um balão com uma corda na porta, mais alto que o comprimento do braço da criança, depois desafie-o a tocar o balão com a mão. Conte quantos saltos você pode fazer tocando no balão.

• Pista de obstáculos: crie uma pista de obstáculos divertida que inclua vários movimentos (pular, engatinhar, andar em uma linha com um pé, ziguezague etc.). Para criar a rota, por exemplo: bambolê para pular; fita adesiva para formar linhas de várias formas para andar de maneiras diferentes; travesseiros para pular; fio esticado entre dois objetos (por exemplo, cadeiras) para rastejar;   cobertores ou tapetes para rolar e copos ou garrafas de plástico como obstáculos para criar um caminho em zigue-zague.

• Basquete: você pode criar uma cesta em casa e jogar com uma bola macia. Você pode usar cestos de roupa, bolsas rígidas, que você pode colocar no chão ou pendurar na maçaneta da porta. Podem ser usadas folhas de jornal, brinquedos fofinhos ou meias enroladas para criar as bolas. Para tornar o jogo mais emocionante, defina um tempo, por exemplo, dois minutos para fazer o maior número possível de cestas.

• Carrinho de mão: pegue os tornozelos da criança, levante as pernas para que ele possa andar com as mãos.

• Pique sino: este jogo clássico pode ser facilmente adaptado para ambientes internos usando fita adesiva para desenhar a campainha no chão. As crianças são vendadas e devem “bater” o sino de acordo com orientações de um dos pais.

De 8 a 11 anos

• Corrida de batata: disponibilize um certo número de batatas (ou balões) para cada jogador, cada um deve colocar a batata entre os joelhos e correr em direção a uma meta e deixá-la cair em uma tigela ou cesta. Se a batata cair no caminho, você precisa voltar ao início e tentar novamente. O vencedor é aquele que ficar sem batatas primeiro.

• Frasco de diversão: crie cartões escrevendo ações e movimentos divertidos em cada um: “finja estar em uma banda de rock por 2 minutos”, “empurre a parede por 30 segundos” e outros. Coloque as cartas em um recipiente, cada jogador compra uma e faz o movimento indicado.

• Cadeia de movimentos: uma pessoa inicia o jogo fazendo um movimento à vontade, o próximo jogador faz o primeiro movimento e adiciona outro, e assim por diante para cada jogador, formando uma cadeia de movimentos. Ele continua até que a sequência da cadeia seja interrompida (por engano ou esquecimento). O último jogador que executa corretamente todos os movimentos da sequência é o vencedor.

• Festa de dança: coloque música alegre e energizante e solte a dança!

• Freeze Dance: uma variante do jogo anterior requer que a música seja interrompida. Todos os outros devem congelar imediatamente. Se alguém se move, ele perdeu!

• Patinação no “gelo”: limpe uma área da sala e finja deslizar no gelo. Existem várias maneiras de tornar o jogo o mais real possível, como usar meias de lã, usar folhas de papel encerado, para deslizar melhor.

• Salto em distância: desenhe cinco a 10 linhas com a fita de papel, cada uma a cerca de 20 cm de distância, em um tapete. A partir da primeira linha, comece a pular para ver quantas tiras são cruzadas.”

Bora exercitar a mente e a alma com muita diversão!

Quem vem nessa brincadeira?

Via: Sempre em Família

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!